Mabelly Lima e Jhonny Lenhador levam a melhor e conquistam cinturões da 19ª Edição do LFC

Uma festa em dose tripla (brasileira, cearense e limoeirense) marcou a 19ª edição do Limo Fight Championship (LFC). Os dois títulos em disputa no evento realizado na noite desta sexta-feira (27), no Hotel Bezerra, em Limoeiro do Norte, ficaram com os atletas da casa, parceiros de treino na equipe Master Kombat, liderada por Gean do Vale.

Na luta principal, que reuniu um duelo feminino entre Brasil x Paraguai, Mabelly Lima não deu chances para a paraguaia Patricia Alujas e venceu o combate por finalização, ainda no 1º round, ao aplicar um mata-leão em menos de 3 minutos da luta.

O triunfo valeu a ela o cinturão dos pesos-moscas (até 57kg) feminino do Limo Fight. De quebra, Mabelly – que tem apenas 23 anos de idade – manteve sua invencibilidade na carreira. Seu cartel agora é de 6 lutas e 6 vitórias, o que a coloca como um nome em ascensão no MMA feminino cearense.

No co-main event, uma aguardada batalha entre Brasil x Argentina. Em disputa emocionante de três rounds, Jhonny Lenhador foi mais efetivo e derrotou o argentino Gonzalo Pitbull Ascensio por decisão unânime dos juízes, conquistando o cinturão inaugural da categoria super-leve (até 74kg).

O duelo foi bem parelho e Jhonny teve clara vantagem na luta agarrada, por onde a luta seguiu mais tempo, com o cearense ficando muito próximo de confirmar a vitória por finalização. Nos momentos de dificuldade no duelo, o atleta da casa recebeu caloroso apoio da torcida, que gritava “Uh é Lenhador! Uh é Lenhador”.

Ao fim do combate, os dois atletas deram um show de espírito esportivo, se ajoelhando um frente ao outro em sinal de reverência. Na sequência, Jhonny chegou a colocar o cinturão em Ascensio, dizendo que ali estavam “dois campeões”. O duelo foi uma revanche, já que eles já haviam se enfrentado em maio deste ano, no MRWF – Mixed Real World Fighters, realizado na Argentina. Jhonny também levou a melhor na ocasião, vencendo por finalização.

O card do Limo Fight 19 teve ainda outras três lutas internacionais. A vitória brasileira ficou por conta de Renan Senna, que venceu o argentino Richard La Joya por finalização. Nos outros duelos Brasil x Argentina, os hermanos levaram a melhor. Javier Colombo bateu Amarilson. E David Pregely superou Roberto Besouro. A noite teve ainda duas lutas de kickboxing, abrindo o evento, que contou com casa cheia e plateia vibrante.

Confira os resultados do Limo Fight 19:
12) Mabelly Lima (Brasil) venceu Patricia Alujas (Paraguai) por finalização (mata-leão) aos 2min35min do 1º round
11) Jhonny Lenhador (Brasil) venceu Pitbull Ascensio (Argentina) por decisão unânime dos juízes
10) Lucas Aguiar venceu Vitinho por finalização (guilhotina) aos 35 segundos do primeiro round
9) Renan Senna (Brasil) venceu Richard La Joya (Argentina) por finalização (mata-leão) aos 1min46seg
8) Daniel Animal venceu Neto Drama por nocaute técnico aos 4min05seg do 1º round.
7) Javier Colombo (Argentina) venceu Amarilson (Brasil) por nocaute técnico aos 4min54seg do 2º round
6) David Pregely (Argentina) venceu Roberto Besouro (Brasil) por nocaute técnico aos 50 seg do 2º round
5) Neto Ribeiro venceu Evandy Andrade por finalização aos 2min50seg do 1º round
4) Jeovanny Oliv venceu Nicolas Itapajé por finalização aos 54 segundos do 1º round
3) Mário Reis venceu João Paulo Mourão aos 46 segundos do 1º round.
2) Roberto Doido venceu Renato Alves por decisão majoritária (kickboxing)
1) Fabrício Nunes venceu Genivan Jaguaruana por decisão unânime (kickboxing)

Reprodução: blog.opovo.com.br/clubedaluta
Texto por BRUNO BALACÓ / O POVO

Comentar