5 coisas que um profissional casual deve considerar ao procurar uma academia

Com o crescente mercado de MMA, pode ser assustador escolher a academia certa, especialmente se você mora em uma metrópole. Você assistiu muitos UFCs on-line e, finalmente, percebeu que é hora de tirar as libras de uma nova maneira. Você é um profissional com um emprego em período integral ou um estudante em período integral, por isso não se importa muito em competir e colecionar medalhas; por sorte, descrevi cinco coisas que você deve procurar ao pesquisar para aquela nova academia de MMA.

1. Tamanho
A academia não precisa ser enorme, mas dependendo da quantidade de membros, às vezes pode ficar um pouco lotado. Rolar em uma academia lotada pode ser perigoso. Uma varredura em sua cabeça por um par vizinho e você pode ficar fora de serviço por algum tempo. Portanto, preste atenção na quantidade de aulas e na quantidade de espaço disponível. Também pode reduzir o valor da sua turma, pois você pode ficar de fora da rodada para permitir que outras pessoas rolem. Compartilhar é bom, claro, mas você está treinando para si mesmo.

2. Higiene
Academias podem ter diferentes métodos de limpeza de seu espaço. Já vi academias com equipes de limpeza noturnas e outras escolas mais ocupadas que têm uma equipe varrendo o chão depois de cada aula. Algumas escolas levam seus alunos iniciantes a varrer o chão sozinhos - chamados de 'Soji' na tradição japonesa do judô. De qualquer forma, o piso deve estar limpo, e não apenas por causa das muitas doenças de pele horríveis por aí, mas você não quer suar as aulas anteriores, então por que correr o risco? Por fim, os banheiros devem estar limpos. Você trabalha o dia inteiro e está sempre em fuga, pode precisar tomar banho depois da aula. Você não prefere ter uma experiência confortável?

3. Instrutores
Esta é provavelmente a mais importante das 5 dicas. Mesmo que você não seja louco por competir e apenas queira um exercício, as artes marciais não são algo que você deve pular, apenas esperando cortar quilos, principalmente o Jiu-Jitsu. Certifique-se de que seu professor esteja atento aos detalhes e não se apresse em explicar as coisas. Se for uma aula massiva, não seja muito crítico, pois é difícil chegar a 40 pessoas com toda a atenção. Certifique-se de que ele seja amigável e que, no final do dia, eles façam você se sentir bem com o seu esforço na aula. A energia negativa produz resultados negativos, portanto, tenha cuidado.

Reprodução: http://jitsmagazine.com/

4. Variedade O jiu-jitsu brasileiro não precisa ser seu único método de exercício. Uma boa academia para iniciantes pode ter uma variedade de outras atividades para complementar seu treinamento de Jiu-Jitsu. O Muay Thai é sempre bom para exercícios aeróbicos e se você tem interesse em praticar golpes. Um tipo de classe de condicionamento também é sempre bom, seja uma aula de Jiu-Jitsu ou MMA, é sempre importante ter essa opção. O yoga é outra ótima atividade para complementar a flexibilidade do Jiu-Jitsu. A lista pode continuar e as academias podem ter combinações diferentes delas disponíveis. Mas quanto mais sob o mesmo teto, melhor. Equipamentos, como pesos, corda de escalada e sauna, também são sempre convenientes. Mas, novamente, nem todas as academias terão isso - estou apenas dando opções.
5. Atitude A experiência na academia não consiste apenas em chegar e receber seu treinamento. As pessoas com quem você treina regularmente devem ser colegas com quem você pode se relacionar. É claro que o fato de todos vocês terem o assunto comum do treinamento é ótimo, mas você quer ver que a maioria das pessoas deixa seus egos à porta - uma frase que se tornou bastante sinônimo de treinamento ideal em artes marciais. Portanto, depois das aulas de avaliação (que todas as academias devem oferecer), preste atenção na maneira como as pessoas agem. Você não deseja lidar com cabeças arrogantes que impedirão seu progresso e sua satisfação geral na academia. Palavras de Matthew Soroka

Comentar