Cardio para o atleta de Jiu-Jitsu

Qual é a melhor maneira de melhorar o seu jogo de Jiu-Jitsu? Está aperfeiçoando exercícios? Aprendendo a técnica mais recente? Que tal treinar? Tudo isso é extremamente importante no desenvolvimento de um atleta de Jiu-Jitsu. A ferramenta mais importante que você tem à sua disposição é o condicionamento.

A primeira vez que ouvi essa afirmação foi há 12 anos. Eu estava em Columbus, Ohio, ouvindo Frank Shamrock falar durante um seminário. Ele fez a pergunta para o público sobre o que eles consideravam os atributos mais importantes que um lutador precisava. Como seria de esperar, muitas respostas diferentes foram dadas; habilidade, poder, força, explosividade e coração foram mencionados.

Frank dirigiu-se à multidão pelo microfone. Ele concordou que todos os conjuntos de habilidades mencionados acima são fatores significativos para a carreira de um lutador. Ele foi rápido em apontar que a chave do seu sucesso era "não ficar sem gasolina" enquanto estava na gaiola. A resposta que ouvi me surpreendeu. Depois que comecei a treinar, não demorou muito para descobrir exatamente o que Frank queria dizer.

Se você já praticou algum tipo de esporte ou atividade atlética, percebe que estar bem condicionado leva a um melhor desempenho. Atletas de Jiu-Jitsu não são diferentes. Se o seu condicionamento estiver no local, você não estará cansado. Se você não estiver cansado, não cometerá erros. Portanto, faz sentido que você lute melhor. É realmente um conceito direto… ou é?

Bem, não é tão simples assim. Você precisa conhecer alguns princípios básicos para obter uma condição cardiovascular de pico.

1) Quando usar o treinamento anaeróbico (treinamento intervalado)
O treinamento anaeróbico é geralmente usado após a conclusão da fase de condicionamento (aeróbico) da linha de base. Atletas intermediários e avançados poderão treinar com mais eficiência devido à experiência anterior em exercícios e níveis de condicionamento físico. A frequência e a duração são ligeiramente diferentes das aeróbicas. Duas a três vezes por semana é quase sempre suficiente. O seu período de trabalho consistirá em 30 a 40 segundos, enquanto a sua fase de recuperação ficará entre dois a três minutos (mais se necessário). A quantidade total de repetição ou intervalos varia. Quatro a seis repetições totais é um bom ponto de partida para a maioria das pessoas.

* Por favor, não adivinhe o que pode funcionar para você. Consulte um instrutor certificado para obter detalhes sobre programação.

Reprodução: http://jitsmagazine.com/

2) A diferença entre treinamento aeróbico e anaeróbico A maioria das pessoas passa inúmeras horas na academia em esteiras, bicicletas ou aparelhos elípticos. A grande maioria dessas pessoas está condicionando o sistema aeróbico. Basicamente, atividade aeróbica significa que seu corpo está usando oxigênio (como fonte de combustível) para realizar exercícios de intensidade baixa a moderada por um período prolongado. Este é o tipo mais popular e comum de exercício cardiovascular. O exercício anaeróbico não requer oxigênio. Corrida, arremesso de peso e arremesso de disco são apenas alguns exemplos de esportes anaeróbicos. Esse tipo de treinamento exige que o atleta realize atividades de alta intensidade e curta duração. O período varia de apenas alguns segundos a cerca de 2 minutos de duração.
3) Quando usar o treinamento aeróbico Existem vários casos em que você usaria treinamento aeróbico. O treinamento aeróbico é excelente para quem procura obter condicionamento básico (por exemplo: iniciante ou depois de voltar de uma longa dispensa de treinamento etc.). É também um ótimo método de controle de peso (principalmente para atletas da classe de peso mais pesado que cortam peso para torneios). A frequência e o tempo do exercício dependerão do seu nível atual de condicionamento físico. Para a maioria dos indivíduos saudáveis, 3-4 vezes por semana, com sessões de 15 a 30 minutos, são adequadas. O condicionamento da base deve ser realizado apenas por 4-8 semanas no máximo.

Comentar